Homem que perdeu pênis para câncer recebe transplante inédito

A cirurgia teve 15 horas de duração.

Um homem que perdeu o pênis devido a um câncer recebeu o primeiro transplante do órgão sexual masculino já realizado nos EUA.

A cirurgia, que aconteceu num Hospital Geral do Massachussetts, em Boston, teve 15 horas de duração.

- Quero voltar a ser quem eu era - disse o caixa de banco Thomas Manning, de 64 anos, durante uma entrevista ao "New York Times" após a operação, que ocorreu entre os dias 8 e 9 de maio e utilizou o pênis de um homem morto.

Este não é o primeiro transplante de pênis no mundo. Em dezembro de 2014, médicos na África do Sul realizaram uma operaçao desse tipo com êxito. Nos EUA procedimento é experimental e faz parte de um programa de pesquisa com o objetivo final de ajudar veteranos de combate com ferimentos graves na pélvis, além de pacientes com câncer e vítimas de acidentes.

Thomas Manning contou que se sente bem, com quase nenhuma dor.- Estamos cuidadosamente otimistas - comentou o médico Curtis L. Cetrulo, cirurgião que liderou a equipe durante o tranplante.

- Estamos navegando em águas desconhecidas.Se o pós-operatório correr bem, o paciente estará urinando normamente em poucas semanas e poderá fazer sexo em questão de semanas a meses, disse o médico.O americano ficou satisfeito ao dar entrevista, ele acha que dessa forma pode ajudar a quebrar o tabu que cerca lesões e doenças que afetam o pênis. Ao falar sobre o assunto, ele também acredita que transmitirá esperança a homens que perderam seu órgão sexual.- Não se esconda atrás de uma pedra - disse ele.

Homem perdeu pênis em câncer  (Crédito: Divulgação)
Homem perdeu pênis em câncer (Crédito: Divulgação)


Fonte: O Globo