Hugo Chávez anuncia na TV que tem câncer, mas não informa onde

Hugo Chávez anuncia na TV que tem câncer, mas não informa onde

Presidente da Venezuela fez pronunciamento na noite de ontem, transmitido de Havana, onde está em tratamento.

Num discurso emocionado gravado em Havana e transmitido em cadeia de TV, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, informou ontem ter sido operado para a retirada de um tumor cancerígeno.

Chávez, que está em Cuba desde o último dia 10, indicou que segue no comando do país. Disse que seu quadro de saúde evolui satisfatoriamente. "Creio que conseguimos. Obrigado, Deus meu!"

"Vamos, pois! Obrigado, meu Deus, obrigado, povo meu. Obrigado, vida minha", afirmou.

Chávez, 56, não informou quando voltará ao país, não esclareceu que órgãos foram afetados pelo câncer nem a que tipo de tratamento está sendo submetido.

Ele explicou que fez duas operações em Havana. A primeira, no dia 10, para a retirada de um abscesso pélvico -essa era a única informação até então divulgada pelo governo venezuelano.

Se não fosse retirado com urgência, o abscesso causaria uma "infecção generalizada", disse o presidente.

Ele contou que a realização de novos exames detectou "um tumor com presença de células cancerígenas". Segundo Chávez, uma segunda cirurgia foi feita para a "extração total" do tumor.

O mandatário disse receber "tratamentos complementares" para o combate dos "diversos tipo de células encontradas".

O anúncio de Chávez encerra 20 dias de rumores e especulações a respeito de sua saúde. Ministros vinham negando que o presidente sofresse de câncer, conforme havia informado no domingo o jornal "El Universal".

O governo anunciou anteontem o cancelamento, devido ao estado de saúde de Chávez, da reunião de presidentes da região que ocorreria na Isla Margarita na semana que vem. O anúncio do presidente de que tem câncer e a incerteza sobre o tratamento devem potencializar os pedidos da oposição para que ele transfira o poder temporariamente ao vice, Elias Jaua.

Após o anúncio, a TV exibiu um pronunciamento de Jaua feito no palácio presidencial Miraflores, ao lado de todos os ministros.

O programa de TV "Dossiê", na TV estatal, lembrou que a presidente Dilma Rousseff também foi submetida a tratamento contra câncer, antes de chegar ao poder e que estava recuperada. O discurso de Chávez durou cerca de 15 minutos. Ele pediu ajuda a Deus, ao "manto da Virgem" e aos "espíritos da savana" para a recuperação, disse que começa a "sair do abismo" e encerrou: "Até a vitória. Viveremos e venceremos. Até o retorno".

Fonte: Folha.com