Idoso mata a própria dentista e é assassinado pela polícia na França

Idoso mata a própria dentista e é assassinado pela polícia na França

Aparentemente, eles se desentenderam sobre orçamento.

Um homem de 72 anos foi morto nesta terça-feira (19) pelas forças de elite da polícia na cidade de Marselha, na França, depois de matar sua dentista durante uma consulta, aparentemente devido a um desacordo sobre o orçamento.

O incidente aconteceu nesta manhã em um edifício comercial no centro da cidade do sudeste da França.

O homem entrou no consultório, retirou da sala um paciente e a assistente da dentista e disparou contra a profissional, uma mulher de 51 anos, que morreu, informou a procuradoria de Marselha.

O Grupo de Intervenção da Polícia Nacional (GIPN), que esteve no local, matou o agressor depois que ele abriu fogo contra os agentes com uma pistola e um revólver, segundo várias fontes.

A procuradoria afirmou que não houve "motivo torpe" para o assassinato, enquanto fontes policiais citadas pelo jornal "Le Figaro" apontam uma "diferença pessoal" entre o criminoso e a vítima como causa do ataque.

Fonte: G1