Incêndio em prisão colombiana deixa nove mortos e 25 feridos

Segundo o general Torres, cinco dos presos morreram no interior da cadeia e quatro faleceram nos hospitais

Pelo menos nove presos morreram e 25 ficaram feridos em uma incêndio que ocorreu na prisão Modelo da cidade colombiana de Barranquilla, no norte do país, informaram nesta terça-feira as autoridades.

O diretor do Instituto Nacional Penitenciário e Carcerário (Inpec), general Saúl Torres, chegou nesta madrugada à cidade para avaliar a situação e confirmou o número de vítimas mortais.

Segundo o general Torres, cinco dos presos morreram no interior da cadeia e quatro faleceram nos hospitais para onde foram transferidos devido à gravidade das queimaduras sofridas.

Outras autoridades da zona citadas por meios de comunicação locais indicaram que o número de feridos seria de 42, o que ainda não foi confirmado pelo Inpec.

O incêndio começou, aparentemente, na noite da segunda-feira quando vários reclusos atearam fogo em colchões durante um enfrentamento entre grupos rivais em um dos pátios do estabelecimento após uma inspeção efetuada por guardas do Inpec.

O fogo, no pavilhão B do centro penitenciário, foi controlado na madrugada de hoje pelos bombeiros, após o qual começou a retirada das vítimas da área afetada, que abriga 725 presos em sua maioria delinquentes comuns, segundo o jornal "El Arauto".

Os feridos foram transferidos ao Hospital Geral de Barranquilla, ao Hospital Menino Jesus e à Clínica Geral do Norte.

Nos arredores da cadeia estão concentradas dezenas de pessoas à espera de obter informação sobre parentes ou amigos reclusos na prisão Modelo.

Fonte: Terra