Honduras: Incêndio em presídio causa a morte de mais de 200

Danilo Orellana, chefe do sistema nacional de prisões, disse que o número de mortos chega a 200

Um incêndio na Penitenciária Central de Comayagua, na região central de Honduras, deixou pelo menos 200 mortos e dezenas de feridos, segundo as autoridades.

Danilo Orellana, chefe do sistema nacional de prisões, disse que o número de mortos chega a 200.

Pelo menos 40 feridos teriam sido atendidos nos hospitais locais, segundo ele.

A agência Reuters afirma que, segundo as autoridades médicas locais, o número de cadáveres retirados do local chegaria a 272.


Incêndio mata mais de 200 em presídio de Honduras

"Este é um relatório preliminar, pode haver muito mais mortos", afirmou Lucy Marder, chefe do serviço forense em Comayagua, cidade que fica a 75 quilômetros da capital, Tegucigalpa.

O fogo começou às 22h30 locais de terça-feira, segundo Orellana, que declarou que não se tratou de uma rebelião. Segundo ele, um detento poderia ter iniciado o fogo, ou teria havido um curto-circuito.

Mas os bombeiros afirmaram ter ouvido disparos dentro do prédio.

O fogo espalhou-se por vários blocos do presídio.

As vítimas morreram principalmente queimadas e asfixiadas, segundo os bombeiros.

A cadeira abriga cerca de 850 presos, de acordo com as autoridades.

As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas, segundo Orellana.

Fonte: G1