Indiana de 15 anos morre após ser estuprada e queimada viva

A jovem foi encontrada por familiares que ouviram seus gritos

Uma jovem indiana de 15 anos morreu após ser estuprada e queimada viva em Nova Déli. A polícia prendeu um homem de 20 anos, acusado de cometer o crime.

A menina chegou ao hospital com 95% do corpo queimado na segunda-feira (7), quando foi atacada em Tigri, nos arredores da capital indiana.  Ela estava sendo perseguida pelo acusado de cometer o crime há meses. O pai da jovem chegou a fazer uma queixa na polícia no ano passado.

Após ser estuprada, a menina foi espancada pelo acusado e teve o corpo incendiado no terraço da casa da família. A jovem foi encontrada por familiares que ouviram seus gritos.

De acordo com a família do rapaz, a relação entre os dois era consensual. A polícia segue investigando o crime. O rapaz - que foi encontrado com queimaduras nas mãos - será processado por estupro e homicídio.

As mulheres e crianças indianas são consideradas especialmente vulneráveis à violência sexual por causa dos tabus em torno do tema. Muitos casos não são reportados às autoridades, e alguns não são investigados.

Image title

Fonte: Com informações do Brasil Post