Jovem é estuprada por vários meses pelos cunhados na Índia

Jovem é estuprada por vários meses pelos cunhados na Índia

A mulher, que não teve seu nome divulgado para sua própria segurança, disse que poucas horas depois da cerimônia de casamento ela foi atacada.

Uma indiana foi forçada a casar e estuprada pelos cunhados como forma de restaurar a "honra" da família do noivo, depois que sua primeira mulher fugiu com o irmão da jovem.

A mulher, que não teve seu nome divulgado para sua própria segurança, disse que poucas horas depois da cerimônia de casamento ela foi atacada e "sem piedade" estuprada por vários dos irmãos de seu marido.

Segundo informações do tabloide britânico Daily Mail, o casamento teria sido aprovado pelos anciãos da aldeia em que a jovem vivia no norte da Índia, em fevereiro deste ano.

Eles teriam dito que ?olho por olho é a justiça real? e forçado os pais da indiana a dar uma quantia em dinheiro à família do noivo como forma de compensar os danos morais causados pelo adultério.

?Eu concordei com a decisão [deles] porque sabia que haveria um grande derramamento de sangue na vila, caso eu me recusasse a casar com ele", disse a jovem de 24 anos à polícia.

? Meus cunhados me estupraram sem dó no mesmo dia em que me casei. E isso se tornou uma rotina.

"Meu sogro alegava que ele havia concordado com meu casamento somente para que ele pudesse se vingar da minha família", declarou a indiana.

? Em 26 de março, eles [a família do marido] registraram uma queixa contra o meu irmão, e a polícia localizou ele e a irmã do meu marido. Eles foram libertados depois que ela confessou perante o magistrado que se casou com ele por vontade própria.

O caso veio à tona quando a vítima encontrou a coragem de apresentar uma queixa junto da polícia. A mulher conseguiu escapar da casa onde estava morando em 21 de julho e foi à delegacia seis dias depois.

Fonte: r7