Inglesa de 4 anos tem QI semelhante ao de Albert Einstein; veja!

Inglesa de 4 anos tem QI semelhante ao de Albert Einstein; veja!

A pequena Heidi entrou para grupo de "gênios". Ela aprendeu a ler aos 2 anos e ainda não começou a frequentar a escola

Aos 4 anos, a pequena Heidi Hankins ainda não começou a frequentar a escola, mas já sabe fazer contas de adição, substração, escrever frases e ler livros para crianças com idade muito mais avançada. Segundo reportagem do jornal "Daily Mail", a precocidade da menina fez com que seus pais testassem seu quociente de inteligência. O resultado foi 159, apenas um ponto atrás de físicos como Stephen Hawking e Albert Einstein.

A garota, que vive com a família na cidade de Winchester, na Inglaterra, foi aceita na Mensa, uma sociedade para pessoas com QI alto que reúne cerca de 100 mil membros no mundo inteiro.

De acordo com o relato do pai de Heidi, Matthew, ao jornal britânico, a pequena gênia já balbuciava sons logo após nascer e, quando completou um ano, "seu vocabulário era relativamente bom. Agora é muito bom". Com 18 meses, ela aprendeu a ler sozinha, com a ajuda de um computador, afirmou o pai. "Notamos que ela estava usando o mouse para navegar, e clicando em botões que diziam "OK" e "Cancelar"", contou.

Matthew disse ainda ao "Daily Mail" que, quando Heidi tinha apenas dois anos, leu um conjunto de livretos em cerca de uma hora, demonstrando habilidade semelhante à de crianças de sete anos. Além disso, Heidi apresenta maior destreza para desenhar que as crianças de sua idade, produzindo desenhos detalhados, em vez de figuras genéricas e amorfas.

O fato de Heidi não se demonstrar desafiada pelas atividades oferecidas pelas professoras do berçário fez com que a família decidisse submetê-la a um teste de QI feito especificamente para crianças da sua idade. O resultado ficou apenas um ponto atrás dos 160 que somaram tanto Stephen Hawking, físico britânico famoso por sua teoria sobre buracos negros e pela popularização da ciência, quanto o célebre físico teórico alemão Albert Einstein.

O pai negou ao jornal que estimule a garota, e afirmou que, além de se interessar sozinha por livros, também brinca com bonecas e legos como uma criança normal. Agora, ele espera que ela possa pular um ano na escola para se sentir mais desafiada.

Fonte: Daily Mail