Interpol pede prisão preventiva de um dos filhos de Muamar Kadhafi

Interpol pede prisão preventiva de um dos filhos de Muamar Kadhafi

Saafi Kadhafi é procurado pela Interpol por apropriação ilegal de bens e por intimidação armada quando comandava a Federação de Futebol da Líbia

A Interpol solicitou nesta quinta-feira (29) a detenção de Saadi Kadhafi, um dos filhos do ex-ditador líbio Muamar Kadhafi, a pedido do Conselho Nacional de Transição (CNT), grupo que reúne as novas autoridades provisórias da Líbia

"A Interpol confirma as informações de que Saadi Kadhafi, de 38 anos, foi visto em Níger e emite um "alerta vermelho", o que constitui uma advertência para os países vizinhos da Líbia e Níger (...) para localizar e deter Saadi Kadhafi", afirma a organização policial em um comunicado.

Este é o primeiro pedido de prisão emitido pela Interpol desde que o CNT chegou ao poder.

Saafi Kadhafi é procurado pela Interpol por apropriação ilegal de bens e por intimidação armada quando comandava a Federação de Futebol da Líbia.

"Como comandante de unidades militares envolvidas na repressão das manifestações civis na Líbias, Saadi Kadhafi também é objeto de uma proibição de viajar e do congelamento de seus ativos pela ONU", acrescenta a nota.

Segundo a Interpol, o alerta vermelho solicitado pelo CNT, o primeiro desde a chegada dos rebeldes ao poder, "demonstra o compromisso das novas autoridades líbias com as tarefas da polícia a nível internacional".

No início de setembro, a Interpol pediu a prisão do próprio ex-ditador Muammar Kadhafi, que permanece foragido, de seu filho, Saif al-Islam e de seu cunhado Abdallah al Senusi, após a emissão de uma ordem de detenção internacional com fins de extradição emitida pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) de Haia por supostos crimes contra a humanidade.

Combates entre homens leais ao governo provisório e forças kadhafistas continuam em vários locais do país. A caça a Kadhafi por combatentes leais ao novo governo continua.

Fonte: G1