Irmãos Trump causam polêmica em fotos de caçadas na África

As fotos haviam sido divulgadas em um site especializado em caçadas.

Grupos de direitos dos animais têm realizado manifestações contrárias aos irmãos Donald Trump Jr, 34 anos, e Eric, 28 anos, filhos do empresário midiático dos Estados Unidos, Donald Trump, após imagens de ambos terem sido divulgadas em um site especializado em caça.

As fotos, publicadas pelo jornal britânico ?The Sun?, mostram os Trump com um exemplar de leopardo, além de um rabo retirado de um elefante. Eles ainda posam ao lado de um búfalo abatido e entre um crocodilo morto, pendurado em uma árvore. As fotos haviam sido divulgadas em um site especializado em caçadas.

As ongs têm chamado os irmãos de ?insensíveis e terríveis?. Mas os Trump se defendem, dizendo não ter vergonha do que fazem e alegando que a carne dos animais foi doada a vilarejos locais.

Por meio de sua página no Twitter, Donald Jr disse ?não ter vergonha do que fez, já que é um caçador?. Ele complementa informando que ?os aldeões ficaram contentes com tanta carne, que não conseguiram nem comê-la toda? e por isso estava ?muito agradecido?.

Além disso, ressaltou que os animais caçados não estão ameaçados de extinção.

Alternativas de diversão

A organização Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), que luta pelos direitos dos animais, divulgou comunicado afirmando que ?se os jovens procuram emoção, devem ir atrás de atividades como paraquedismo ou ainda, deveriam seguir os passos do pai derrubando empresas concorrentes, não animais selvagens?.

Sobre o ocorrido, Donald Trump, 65 anos, criador do reality show ?O Aprendiz?, disse que sabe da paixão dos filhos peça caça.

?Eles se tornaram bons nisso (...) e sei que qualquer coisa que fizeram foi 100% dentro dos termos da comunidade de caça?.



Fonte: G1