Itália vive um sábado de luto com funeral das vítimas de terremoto

Em ginásio, transformado em capela, 35 caixões foram colocados

A Itália homenageia neste sábado (27) as vítimas do terremoto que devastou várias cidades do centro do país, com funeral solene e um dia nacional de luto. De acordo com as agências Efe e France Presse, o número de mortos chega a 290.

A maior parte das mortes, 230, segundo a Efe, aconteceram em Amatrice, na região do Lácio, e que foi a cidade mais afetada pelo terremoto de 6,2 graus na escala aberta de Richter.

Funeral das vítimas de terremoto (Crédito: REUTERS)
Funeral das vítimas de terremoto (Crédito: REUTERS)
A cerimônia, realizada na cidade de Ascoli Piceno, teve a presença do presidente, Sério Mattarella, e do primeiro-ministro, Matteo Renzi, bem como de familiares, amigos e parentes das vítimas de Arquata del Tronto, uma das aldeias devastadas pelo terremoto de quarta-feira (24), além de pessoas que participam dos trabalhos de resgate e assistência às vítimas.

A cerimônia foi realizada no ginásio esportivo ao lado do Hospital Mazzoni, em Ascoli Piceno, uma cidade situada não muito longe da tragédia. No ginásio, transformado em uma capela, 35 caixões foram colocados no chão.

Fonte: G1