John Lennon: Pedido de liberdade do assassino é negado pela 9º vez

Mark Chapman, de 61 anos, foi condenado em 1981

O pedido de liberdade de Mark David Chapman, o assassino do ex-beatle John Lennon, foi negado pela nona vez, informaram as autoridades penitenciárias do estado de Nova York.

"Posso confirmar que seu pedido foi rejeitado", indicou um porta-voz à AFP.

Mark Chapman, de 61 anos, foi condenado em 1981 a uma pena entre 20 anos de prisão e prisão perpétua. Foi classificado como passível de ser libertado a partir de dezembro de 2000 e, desde então, pediu em vão a cada dois anos sua liberdade.

Chapman matou Lennon na porta do prédio em que o beatle vivia em Nova York, em 8 de dezembro de 1980. Disparou contra ele cinco vezes na frente da esposa Yoko Ono.O assassino de Lennon cumpre sua condenação na prisão de alta segurança de Wende, em Alden, estado de Nova York.


Mark Chapman (Crédito: Divulgação)
Mark Chapman (Crédito: Divulgação)


Fonte: G1