Jornal é acusado de grampear celular para vigiar Angelina na intimidade

Eunice Huthart, que também era amiga da atriz, foi alvo de escuta do jornal News of the World em 2005 e 2006

Uma dublê de Angelina Jolie teve o telefone celular grampeado por um detetive que buscava informações sobre o relacionamento da atriz com Brad Pitt para repassar a um tabloide britânico do magnata Rupert Murdoch, segundo informações apresentadas nesta terça-feira (12) no julgamento de dois ex-editores de jornal.

Eunice Huthart, que também era amiga da atriz, foi alvo de escuta do jornal News of the World em 2005 e 2006, quando havia um imenso interesse da mídia no relacionamento do casal de astros de Hollywood, disseram promotores na corte de Old Bailey, em Londres.

Outras provas apresentadas ao tribunal indicaram que o nome de Kate Middleton, agora mulher do príncipe William, neto da rainha Elizabeth, apareceu em uma lista intitulada "Avaliação de Alvos", encontrada na casa de um homem que admitiu ter realizado escutas telefônicas para o jornal.

Rebekah Brooks e Andy Coulson, ex-editores do News of the World, que também mantinham estreita ligação com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, estão sendo julgados por conspiração para grampear telefones e outras acusações. Outros seis réus do caso negaram todos os delitos que lhes foram atribuídos.

As acusações de escuta telefônica estremeceram o governo britânico, resultaram na abertura de uma investigação pública da imprensa, levantaram questões sobre a conduta policial nos inquéritos e forçaram Murdoch a fechar o News of the World.

Nesta terça-feira, a corte foi informada que um arquivo em um notebook do detetive particular Glenn Mulcaire - que admitiu ter realizado escuta ilegal de mensagens de voz em celulares a serviço do jornal - continha detalhes do celular de Eunice e a senha do aparelho dela para as mensagens do telefone.

O arquivo era datado de julho de 2005, quando Eunice estava em Los Angeles, onde Angelina e Pitt filmavam Sr. e Sra. Smith e era intensa a especulação na mídia sobre o relacionamento dos dois. Em junho, Eunice entrou com uma primeira ação na Justiça dos Estados Unidos contra a News Corp, de Murdoch, pela escuta telefônica que, segundo a acusação, ocorreu em 2004 e 2005.

Promotores disseram que foi determinado que Mulcaire interceptou mensagens do telefone dela por quatro vezes no início de 2006, perto da época em que Angelina anunciou publicamente que estava grávida de Pitt.

Numerosos artigos apareceram no News of the World nesse período, quando Coulson era o editor do jornal. Promotores haviam argumentado previamente que ele deveria estar ciente do modo como tal tipo de informação era obtido, uma acusação que ele rejeita.

O tribunal também mostrou um arquivo no notebook de Mulcaire com uma lista de 18 nomes manuscritos, incluindo o de Kate Middleton, o prefeito de Londres, Boris Johnson, e outros que seriam supostas vítimas de grampos telefônicos, conforme informações apresentadas ao júri.

Fonte: Terra