Ultraleve colide com roda-gigante na Austrália; sem feridos

Ultraleve colide com roda-gigante na Austrália; sem feridos

Além dos dois, duas crianças que estavam na atração no momento do acidente foram resgatadas sem ferimentos

Um ultraleve colidiu neste sábado (1º) com uma roda-gigante em um pequeno povoado da Austrália e ficou preso na estrutura, com o piloto e um passageiro a bordo.

Ninguém se machucou.

Além dos dois, duas crianças que estavam na atração no momento do acidente foram resgatadas sem ferimentos, informou a polícia.

O resgate dos dois irmãos durou cerca de 90 minutos.

A polícia e os serviços de emergência conseguiram estabilizar a aeronave e resgatar as duas pessoas de seu interior, com a ajuda de um guindaste.

O piloto, de 53 anos, e o passageiro, de 32, ficaram cerca de três horas presos a uma altura de cerca de dez metros.

Segundo as primeiras investigações, o avião não ganhou força suficiente para decolar, em uma pista próxima ao parque de diversões, e colidiu com a roda-gigante do povoado de Taree, a 250 km de Sydney.

Kathy Arndell, mãe das crianças, agradeceu ao time de resgate por ter mantido a calma de todos.

"Eu estava com muito medo, e Jesse estava gritando", disse Amber Arndell, de 13 anos.

"Eu estava apavorado", disse Jesse, de 9 anos.

A polícia afirmou que foi muita sorte ninguém ter se machucado seriamente.

"A chance de haver mortes era enorme", disse o inspetor Alan Fidock à imprensa local.

O piloto Paul Cox, de 52 anos, disse que não viu a roda-gigante.

"Quando eu vi, eu estava parado dentro da roda-gigante", disse. "Eu não entendi nada durante alguns minutos e só queria que ninguém se machucasse."

Testemunhas disseram que, poucos minutos antes do acidente, o brinquedo estava cheio de crianças. Mas, por conta de uma chuva intermitente, a maioria acabou indo embora antes do acidente.

Fonte: G1