Mãe de bebê que morreu em carro nos EUA está devastada, afirma advogado

Segundo advogado, Leanna Harris vive "o pesadelo de todos os pais". Filho de 1 ano e 10 meses morreu após pai deixá-lo em carro sob o sol.

A mãe do menino de 1 ano e 10 meses que morreu após ser deixado pelo pai trancado em um carro sob o sol está ?devastada? pela morte do filho e ?vivendo um pesadelo? com a grande atenção atraída pelo caso, informou seu advogado nesta terça-feira (15), segundo a emissora CBS.

Segundo o advogado Lawrence Zimmerman, Leanna Harris está vivendo ?o pesadelo de todos os pais?. ?A criança a qual ela deu à luz e amou por todos os momentos de sua vida morreu. Para muitos pais, é difícil, se não impossível, compreender isto. Mas para Leanna, este pesadelo é muito real?, disse o defensor em um comunicado.

O marido de Leanna, Justin Harris, de 33 anos, foi preso acusado de ter deixado o filho do casal, Cooper Harris, dentro do carro da família por sete horas sob o sol. Ele será julgado por assassinato e crueldade contra crianças.

Justin alega ter deixado a criança no carro acidentalmente.

Leanna não foi acusada no caso, mas sua aparente falta de emoção em relação à morte do filho gerou críticas do público. O advogado criticou os comentários feitos sobre a mulher, dizendo que a imprensa ?promoveu uma atmosfera venenosa na qual cada palavra, ação e emoção ? ou a ausência de choro em frente a uma multidão ? é examinada por algum suposto motivo escondido?, afirmou.

?Repórteres mergulharam na educação, no trabalho de Leanna, interrogaram pessoas por informações sobre seu casamento e até sobre sua vida sexual. A constante atenção impediu que ela voltasse a trabalhar?, diz o comunicado.

Pai investigado

Justin Harris disse à polícia que deveria levar seu filho à creche na manhã do dia 18 de junho, mas que dirigiu para seu trabalho sem perceber que o bebê estava na cadeira de crianças no banco detrás do automóvel. O filho ficou no carro por cerca de sete horas a temperaturas mais elevadas do que 30ºC.

Neste mesmo dia, Harris trocou fotos nu com várias mulheres, inclusive adolescentes. Em semanas anteriores, havia visitado um site que fala sobre não ter filhos e fez uma busca na internet para saber ?como sobreviver na prisão?, disse o detetive.

Segundo a polícia, Harris foi parado por um policial no estacionamento de um centro comercial quando carregava o corpo do menor no carro. A autoridade lhe pediu que entregasse o celular e Harris se recusou a entregá-lo por duas vezes. Então ele foi preso.

Fonte: G1 Globo