Mãe é declarada culpada por torturar filho de 2 anos até morte

Mãe é declarada culpada por torturar filho de 2 anos até morte

Corpo da criança foi encontrado com 37 ferimentos

Uma mulher britânica foi considerada culpada nesta segunda-feira (24) pela morte de seu filho de dois anos de idade, que foi espancado e morto após meses de maus-tratos.

Rebecca Shuttleworth, de 25 anos, submeteu o pequeno Keanu Williams a uma série de abusos e deixou que o menino morresse antes de chamar o serviço de emergência.

Ao ligar para os paramédicos, a mãe disse que o menino estava pálido e sem respirar.

O crime aconteceu no dia 9 de janeiro de 2011, na casa do namorado de Rebecca, em Birmingham, na Inglaterra.

O júri ouviu detalhes sobre as 37 lesões deixadas no corpo da criança, encontradas após sua morte. Exames determinaram que os machucados não foram um fato isolado, mas fruto de um longo período de tortura.

Luke Southerton (à direta), o namorado da mãe da criança, foi absolvido pelas acusações de homicídio e por ter permitido a morte de Keanu, mas condenado por crueldade.

Duas das lesões apresentavam sérios riscos: uma fratura no crânio e algumas no abdômen ? elas podem ter sido a causa principal da morte do menino.

A maioria dos hematomas encontrados eram na parte inferior do tórax e no abdômen do menino, mas também havia ferimentos na cabeça e nas costas. Exames também indicam que Keanu sofreu hemorragia e foi atingido com um objeto pesado, como um bastão ou uma vara.

Após seis meses de julgamento, Rebecca se limitou a morder os lábios, olhar para o teto e balançar a cabeça negativamente após ouvir sua sentença por assassinato, além de quatro acusações por crueldade infantil.

A tia da criança, Angela Shuttleworth, se disse chocada com o crime, acrescentando que sua família está arrasada com o caso.

Southerton permanece em liberdade sob o pagamento de fiança, mas será sentenciado na terça-feira (25) junto com Rebecca. O juiz do caso explica que essa pausa de um dia é necessária para reflexão sobre o caso.

Fonte: r7