Mãe inventa doença terminal do filho para arrecadar grana e viajar

Ela conseguiu enganar a todos durante dois anos

Sandy Nguyen, 29, inventou a doença do próprio filho de 6 anos. Ela mentiu, e fez o maior drama para familiares, amigos e vizinhos com o objetivo de arrecadar dinheiro.

A grana supostamente pagaria os tratamentos e a quimioterapia do garotinho. Ela dizia que ele estava com câncer em um estágio terminal. Antes do golpe ser descoberto, Sandy raspava a cabeça do filho diariamente para sustentar a farsa.

A comunidade se mobilizou e ajudava com verba para o tratamento que nunca existiu. O menino acreditava que ele tinha câncer. O resto da família também.

Parte dos R$ 63 mil arrecadados foi torrado durante uma vigem à Disney. Ela levou a família toda. Sandy tem outros dois filhos. Não se sabe se o pai das crianças sabia da farsa.

A farsa veio à tona depois que um médico oncologista do hospital da cidade de Denver resolveu ver o histórico da doença do menino. Ele queria ajudar, mas acabou descobrindo que ele nunca esteve doente. Tinha apenas uma alergia na pele.

O caso chocou a população. As pessoas que caíram na armadilha e doaram dinheiro ficaram revoltadas. Até mesmo uma página no Facebook tinha sido criada para contar sobre a "luta conta ao câncer" do menino.

A mulher foi condenada à 90 noites de prisão e cinco anos de liberdade condicional, acusada de fraude e abuso infantil.

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7