Mais de 70 pessoas desaparecem na China na passagem do tufão Wutip

Desaparecidos estavam em barcos pesqueiros e nº ainda pode aumentar

Autoridades marítimas da China anunciaram que 74 pessoas desapareram no mar após a passagem do tufão Wutip nesta segunda-feira (30). Cinco navios, com 171 passageiros a bordo, foram atingidos pelo tufão, o 21º desta temporada, informou a agência EFE.


Mais de 70 pessoas desaparecem na China na passagem do tufão Wutip

Os desaparecidos eram tripulantes de três navios pesqueiros.

Dois dos navios estavam a cerca de 330 km da ilha de Hainan quando afundaram. Ele haviam atracado na província de Cantão, no sul do país, e navegavam perto das ilhas Xisha quando foram atingidos. A rota do terceiro navio é desconhecida e o número de desaparecidos pode aumentar.

Autoridades informaram que 13 pessoas foram resgatadas e que as operações de salvamento continuam.

No domingo, a China havia elevado para laranja o nível de alerta para o tufão que se aproximava da costa sul do país.

O mar da China Meridional "está enfrentando ondas fortes pela influência de Wutip", disse o Centro Marítimo de Previsão Meteorológica chinês.

As ondas chegaram a nove metros de altura, e o local mais agitado estava perto da ilha chinesa de Hainan - um destino popular de turismo na região.

O Centro Marítimo alertou navios e as autoridades costeiras para tomar medidas preventivas, e estendeu o aviso para as províncias de Guangdong e Guangxi (sul), onde o tufão é esperado para chegar hoje.

Fonte: G1