Manobrista de hotel destrói Ferrari de R$ 1 milhão em muro ao trocar freio por acelerador

Imagens do carro de luxo com a parte frontal arrasada foram publicadas por testemunhas em redes sociais.




O manobrista de um hotel em Roma, na Itália, perdeu o controle de uma Ferrari 599 GTO - avaliada em mais de R$ 1 milhão - e a destruiu ao colidir contra o muro de uma loja. O acidente aconteceu na última segunda-feira e imagens do carro de luxo com a parte frontal arrasada foram publicadas por testemunhas em redes sociais.

As informações são do jornal The Mirror. Segundo a publicação, Roberto Cinti, de 38 anos, estava prestes a entregar a Ferrari para seus donos, alemães que estavam hospedados no Hotel Exedra, quando, ao deixar a garagem, ele acelerou demais acidentalmente e bateu com o veículo. “Eu me confundi. Ao invés de apertar o freio, eu apertei o acelerador”, disse o manobrista, que foi levado psicologicamente abalado a um hospital da região, ao jornal Corriere Della Sera.

A cena, claro, atraiu curiosos para ver o carrão destruído.

De acordo com a publiação italiana, a empresa de seguros está avaliando as circunstâncias do acidente para saber se vai cobrir os gastos com o conserto. Ferrari 599 GTB é um dos modelos topo de linha da marca italiana. Potente, ela é equipada com um motor V12 6.0L de 620CV, associado com um câmbio automatizado de 6 marchas com dupla embreagem. Assim, ela acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,35 segundos, chegando a velocidade máxima de 335 km/h. 

A 599 GTB estampou as capas de jornais e de sites em 2012, quando o jogador Cristiano Ronaldo pôs à venda o seu possante - bem batido - por US$ 130 mil.

 




 

Fonte: Extra