Menina morre de ataque cardíaco após beber energético nos EUA

Família está processando fabricante de bebida nos EUA

A família de uma menina de 14 anos que morreu de ataque cardíaco após beber duas latas da bebida energética Monster Energy está processando a empresa pela morte. O caso aconteceu em Maryland, nos Estados Unidos, segundo o jornal britânico "Daily Mail".


Menina de 14 anos morre de ataque cardíaco após beber energético

A causa da morte de Anais Fournier foi ?envenenamento por cafeína?. A menina morreu em dezembro do ano passado, dois dias antes do Natal. Ela havia bebido duas latas do energético em um intervalo de 24 horas.

Agora, a agência americana Food and Drug Administration (FDA), encarregada de regular alimentos e remédios nos EUA, anunciou nesta segunda-feira (22) que está investigando cinco mortes que foram associadas ao consumo da bebida, além do caso de uma pessoa que sobreviveu a um ataque cardíaco após beber o energético.

Cada lata de Monster Energy Drink tem uma quantidade de cafeína equivalente a sete vezes à presente em uma lata de refrigerante de cola.

Para os pais da adolescente, a empresa falhou ao não avisar sobre os riscos do consumo da bebida.

A Monster é a líder em vendas de energéticos nos Estados Unidos, com cerca de 39% do mercado. Nas latas, há um alerta sobre a bebida, que não é recomendada para crianças nem pessoas sensíveis a cafeína.

A empresa afirmou que não acreditar que suas bebidas tenham causado a more da adolescente. ?A Monster não conhece nenhuma fatalidade que tenha sido causada por suas bebidas?, disse a empresa em um comunicado.

Fonte: G1