Mergulhadores acham mais 2 corpos, total de vítimas do naufrágio vai a 275

Pedaço da embarcação está a 40 metros de profundidade na costa do país

Enquanto as condições de busca tornam-se cada vez mais complicadas, mergulhadores recuperaram mais dois corpos de vítimas do naufrágio da barca ?Sewol? na Coreia do Sul, na sexta-feira à noite ? elevando o número de mortes confirmadas no naufrágio a 275, de acordo com o porta-voz da Guarda Costeira, Ko Myung-Suk. No total, 29 pessoas continuam desaparecidas após o naufrágio no último dia 16 de abril.

Um pedaço da embarcação está a 40 metros de profundidade na costa Sul do país. Com o passar dos dias, menos corpos são recuperados e as condições de trabalho são cada vez mais difíceis para os mergulhadores.

Na sexta-feira, dezenas de parentes dos estudantes que morreram no naufrágio acamparam nos arredores da Casa Azul, residência e gabinete presidencial em Seul, para exigir uma reunião com a presidente Park Geun-hye. Carregando retratos dos filhos mortos ou desaparecidos, os pais acamparam em uma esquina situada a algumas centenas de metros da Casa Azul.

A embarcação, de 6.825 toneladas, naufragou com 476 pessoas a bordo, incluindo 325 alunos de uma escola secundária, perto da costa meridional da Coreia do Sul. Os 15 tripulantes sobreviventes foram detidos por terem abandonado a balsa antes de ajudar os passageiros. Eles teriam esperado 40 minutos antes de alertar sobre o risco de naufrágio.

Segundo a agência de notícias Yonhap, que cita fontes ligadas à investigação, a embarcação transportava 580 toneladas de lastro, apenas 40% do que determina a lei, para levar mais carga. O equilíbrio também foi prejudicado com o acréscimo ilegal de cabines.

Fonte: OGlobo