Mergulhadores acham restos mortais em buscas no navio Costa Concordia

A agência de notícias italiana Ansa informou que os restos mortais que tinham sido encontrados eram ossos humanos.

Mergulhadores italianos encontraram hoje (26) restos humanos durante as buscas no navio Costa Concordia, que naufragou no ano passado na Costa da Itália causando 32 mortes, segundo as autoridades.

?Durante busca na água, perto da parte central do navio, mergulhadores da Guarda Costeira e da polícia encontraram restos que ainda têm de ser identificados por DNA?, explicou a Agência de Proteção Civil em comunicado.

Franco Gabrielli, responsável pela agência, disse ter certeza de que os restos encontrados, durante as buscas por dois corpos ainda desaparecidos, eram humanos.

A agência de notícias italiana Ansa informou que os restos mortais que tinham sido encontrados eram ossos e que é necessária autorização especial da procuradoria para trazê-los à superfície.

Trinta corpos foram recuperados dos destroços depois do acidente de 13 de janeiro do ano passado, mas dois, o da passageira italiana Maria Grazia Trecarichi e do garçom indiano Russel Rebello, ainda estão oficialmente desaparecidos.

A busca pelos corpos começou no início desta semana depois de o navio ter sido colocado na posição normal, na maior operação de resgate desse tipo.

O capitão do navio, Francesco Schettino, está sendo julgado por homicídio, por abandono do navio antes de todos os passageiros terem sido evacuados e por danos ambientais.

O Costa Concordia chocou-se contra rochas próximo à Ilha de Giglio, com 4.229 pessoas de 70 países a bordo.

Fonte: EBC