Mesmo danificada, caixa-preta de avião que caiu nos Alpes pode ser analisada

A caixa-preta achada ontem, segundo Cazeneuve, já foi enviada a Paris ao organismo francês de investigação de acidentes (BEA), que se encarregará de analisar seu conteúdo

O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, reconheceu nesta quarta-feira (25) que a caixa-preta do avião da companhia aérea Germanwings que caiu ontem nos Alpes franceses está danificada, mas que será possível analisá-la.

Em entrevista à emissora "RTL", o ministro indicou que vai ser possível reconstituir os dados dessa caixa, a que grava as conversas dos pilotos, para tentar esclarecer o acidente. O avião, com destino a Düsseldorf (Alemanha), caiu ontem por motivos desconhecidos em uma zona alpina, quase uma hora depois da decolagem de Barcelona.

A caixa-preta achada ontem, segundo Cazeneuve, já foi enviada a Paris ao organismo francês de investigação de acidentes (BEA), que se encarregará de analisar seu conteúdo. O ministro ressaltou que a esperança de encontrar sobreviventes entre os 150 passageiros do avião é "frágil" e sustentou que o Executivo não descarta nenhuma hipótese sobre as razões do acidente, inclusive a terrorista. Os trabalhos de busca dos corpos e dos destroços da fuselagem do avião, na qual participam mais de 600 bombeiros e militares, foram retomados na primeira hora desta manhã. A maior parte dos passageiros era de alemães e espanhóis, mas as autoridades francesas não dispõem ainda da lista completa de nacionalidades, um trabalho do qual se encarrega, segundo Cazeneuve, o Ministério de Exteriores da França.


Fonte: UOL