Ásia: novo dossiê revela que avião do voo MH370 estaria sem combustível

Depois de meses do sumiço, informações sobre o avião malaio são reveladas por empresa britânica de satélite

O avião da Malaysia Airlines, desaparecido desde março, teria ficado sem combustível e caído em algum lugar no sul do Oceano Índico, de acordo com novos dados de empresa britânica de satélite, revelados nesta terça-feira. As informações são da Time.


MH370: novo dossiê revela que avião ficou sem combustível

Autoridades já haviam concluído que o voo MH370 tinha caído em área do Oceano Índico próximo à Austrália, sem deixar sobreviventes. Porém, pedidos internacionais e dos parentes dos passageiros por detalhes fizeram com que fossem reveladas novas informações do acidente. Após ter adiado por meses, a empresa de satélite britânica Inmarsat lançou um dossiê de 47 páginas nesta terça-feira, acatando pedidos do governo da Malásia, que liderou as operações de busca.

O avião saiu de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, na China, no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo, mas desapareceu do alcance de radares 40 minutos depois da decolagem, aproximadamente.

Com base em informações da Inmarsat, os especialistas concluíram que a aeronave provavelmente caiu no sul do Oceano Índico. Nenhuma evidência física foi ainda recuperada na área do oceano onde se acredita que o avião possa ter caído. Vários países reuniram esforços na busca por restos. Alguns membros da família permanecem céticos em relação às informações divulgadas pelo governo da Malásia.

Fonte: Terra