Mineiro chileno é internado com crise de angústia

Peña, 34 anos, é o primeiro mineiro a voltar ao hospital depois de ter sido resgatado em 13 de outubro passado, depois de passar 69 dias debaixo da te

O mineiro Edison Peña, um dos 33 resgatados do fundo da mina San José, teve de ser internado numa clínica por causa de uma crise de angústia, enquanto cinco ou seis de seus companheiros têm apresentado excessos no consumo de álcool, informou uma fonte médica.

"Ele apresentava um quadro de angústia severa e consideramos necessário sedá-lo. Os motivos estão sendo analisados", comentou Jorge Díaz, médico da Associação chilena de Segurança, onde a maioria dos mineiros está sendo atentadi, segundo o jornal La Tercera.

Peña, 34 anos, é o primeiro mineiro a voltar ao hospital depois de ter sido resgatado em 13 de outubro passado, depois de passar 69 dias debaixo da terra.

Todos, salvo dois, receberam alta 48 horas depois do resgate por suas boas condições físicas, mas com a recomendação de descansar por pelo menos 15 dias, o que muitos não conseguiram fazer por uma série de celebrações e o assédio da imprensa.

Peña, solteiro e sem filhos, ficou abalado quando fez uso da palavra em uma festa em homenagem aos resgatados realizada na terça-feira passada e também durante um programa de televisão transmitido ao vivo na sexta-feira.

Outros companheiros de Peña aparentemente exageraram no consumo de álcool durante essas celebrações.

"Estamos falando de cinco ou seis pessoas que tiveram problemas com bebidas alcóolicas, especialmente nas últimas festas, que não têm ajudado o estado dos trabalhadores", explicou Díaz.

Na quarta-feira, os 33 mineiros foram recebidos em uma festa em sua homenagem organizada por um empresário que também os presenteou com uma moto cada um e um imóvel para os trabalhadores que não possuíam casa própria, entre outros itens.

O empresário Leonardo Farkas, um excêntrico milionário do setor da mineração, organizou uma faustosa festa no centro Estação Cultura de Caldera, localidade próximo à mina San José, para celebrar o sucesso da operação de resgate.

Cerca de 300 pessoas, entre os mineiros e seus familiares, todos elegantemente vestidos, compareceram à festa.

Fonte: Terra, www.terra.com.br