Mineiros no Chile recebem camisas de jogador

Mineiros no Chile recebem camisas de jogador

Como muitos de seus parentes, incluindo o pai, trabalharam em jazidas, craque David Villa se comoveu

Duas camisas oficiais do Barcelona com autógrafos e mensagens escritas pelo atacante espanhol David Villa chegaram nesta quinta-feira à mina San José, no norte do Chile, para serem entregues aos 33 operários que estão soterrados desde 5 de agosto.

Cristina Cubero, diretora de relações exteriores do jornal espanhol "El Mundo Deportivo", foi a responsável por levar as camisas até a jazida, situada a 830 quilômetros ao norte de Santiago, na região do deserto do Atacama.

"Ânimo, mineiros", diz uma das mensagens escritas nas camisas, uma das quais é para o grupo e a outra tem como destinatário Franklin Lobos, um ex-jogador profissional que está entre os soterrados.

Villa, segundo Cristina, sensibilizou-se com a situação dos trabalhadores porque seu pai, seu avô, seu bisavô e muitos de seus parentes trabalharam por muitos anos em minas de carvão na região espanhola das Astúrias.

"Ele viveu toda sua vida em Tuilla, que é um povoado de mineradores. Seu pai trabalhou por 27 anos na mina e, quando David tinha 8 anos, houve um acidente naquela região que deixou quatro trabalhadores mortos, todos amigos de seu pai, que se salvou por um milagre", explicou.

Mineiros assistem a jogo de futebol

Embed "David estava muito emocionado, com os olhos cheios de lágrimas enquanto escrevia para os mineiros. Esse não é um gesto para parecer bom aos torcedores, é um gesto do coração", explicou.

Fonte: IG