Miss Itália teria transexual entre concorrentes

A organização pretende mudar o regulamento do concurso

Uma polêmica está tomando conta dos bastidores do Miss Itália às vésperas do concurso que elege a mulher mais bonita do país. De acordo com o jornal italiano La Republica , há uma transexual no meio das 60 mulheres que concorrem ao título. Alessia Mancini teria nascido homem, mas sempre agiu como mulher e mudou de sexo.

A organização do evento afirmou que a documentação apresentada por ela e por todas as candidatas são verdadeiras e estão de acordo com o regulamento, que, entre as cláusulas, exige que somente mulheres possam participar. Uma pessoa ligada à produção teria dito ao jornal que viu as candidatas e que todas são lindas. Afirmou também que se Alessia nasceu realmente um homem, isso agora não importa, porque ela se tornou uma mulher "autêntica e maravilhosa".



Uma das organizadoras do Miss Itália, Patrizia Mirigliani, informou que a organização pretende mudar o regulamento, permitindo também que transexuais se increvam no concurso, uma vez que "uma pessoa que se sente mulher, é mulher". Mas nem ela nem o jornal revelaram se Alessia realmente é uma transexual.

Fonte: Terra, www.terra.com.br