Moscou proíbe parada gay pelo quinto ano

Como nos anos anteriores, as autoridades alegaram razões de segurança

A prefeitura de Moscou proibiu pelo quinto ano consecutivo a passeata gay prevista para 29 de maio no centro da cidade para reivindicar os direitos dos homossexuais na Rússia.

Como nos anos anteriores, as autoridades alegaram razões de segurança e os riscos de alterações da ordem públicas, explicou o organizador do evento, Nikolai Alexeiev.

As organizações apelarão da decisão ante um tribunal de Moscou e deverão, inclusive, recorrer à Corte Europeu de Direitos Humanos de Estrasburgo (leste da França).

Desde 2006, quando foi convocado o primeiro desfile do "Orgulho Gay" em Moscou, a municipalidade se negou a autorizar a manifestação. Mesmo com a proibição, o desfile foi realizado todos os anos, em meio a confrontos com a polícia.

Fonte: Terra