Motorista de táxi mata passageiro americano com facão por tarifa de apenas R$ 3,70 na Tailândia

Motorista de táxi mata passageiro americano com facão por tarifa de apenas R$ 3,70 na Tailândia

Briga que causou morte de Troy Lee Pilkington teria sido motivada por apenas R$ 3,70

Um motorista de táxi tailandês foi acusado de assassinato após esfaquear e cortar um passageiro americano até a morte por conta de uma tarifa de apenas R$ 3,70 (cerca de US$ 1,60) na noite de sábado (6) em Bangcoc.

Câmeras de segurança mostram a briga entre os dois homens em uma rua movimentada e Chidchai Utmacha, de 32 anos, é visto empunhando um facão e atacando a vítima.

De acordo com o jornal Daily News, o homem foi preso no domingo (7) e confessou ter matado Troy Lee Pilkington, mas afirma ter agido em legítima defesa após ser atacado pelo passageiro, que saiu do táxi se recusando a pagar a tarifa de menos de R$ 4 ou 51 baht na moeda tailandesa.

Pilkington nasceu na Califórnia e vivia na Tailândia há três anos como funcionário de uma empresa americana. Em depoimento à polícia, Utmacha disse que buscou a vítima em uma loja de departamento e a estava levando para casa quando foi acusado de fraude pelo valor da corrida. Segundo ele, o americano saiu do carro em seguida e ainda jogou um copo de café no motorista quando o dinheiro foi cobrado, momento em que o taxista puxou o facão.

De acordo com o jornal The Nation, Pilkington foi encontrado morto com um corte na cabeça, uma facada no peito e cortes no pulso esquerdo.

Além do assassinato, o taxista também foi acusado de portar uma arma em público.

Fonte: r7