Mulher barbada teme raspar pelos faciais e ser abandonada pelo marido

Seu marido a apoiou em sua decisão de deixar que os pelos do rosto crescessem, mas ela teme que ele agora a abandone caso raspe a barba

Uma mulher barbada está pensando em raspar seus pelos faciais para celebrar seu aniversário de cinco anos de casamento, mas teme que o marido a abandone caso realize tal feito.

Quando tinha 13 anos de idade, Annalisa Hackleman, de Sunnyvale, Califórnia, EUA, foi diagnosticada com a síndrome do ovário policístico, uma condição hormonal que provoca o crescimento de pelos no rosto e no corpo.

Seu marido a apoiou em sua decisão de deixar que os pelos do rosto crescessem, mas ela teme que ele agora a abandone caso raspe a barba.


A ideia de raspar os pelos se deu porque Annalisa não quer aparecer barbada nas fotos do seu álbum de cinco anos de casamento.

Apesar do tamanho amor que o marido demonstrou por ela ao aceitar ter uma mulher barbada, Annalisa teme que ele não goste da ideia de que ela “tire” a barba. Ela contou que ficou incomodada quando, há vários anos, uma criança mostrou-se confusa sobre sua sexualidade quando a viu na rua.

A mulher disse ainda que já fora alvo de piadas e que tentou fazer depilação antes de tomar a decisão de deixara barba crescer, mas nada disso deu certo.

Ela também contou que chegou ao ponto de ter que raspar o rosto duas vezes por dia.

Annalisa segue com sua dúvida e afirma que, quando deixou a barba crescer, se sentiu mais “livre, confiante, e mais mulher” do que nunca.


Fonte: Gadoo