Mulher é enterrada viva e grita por socorro batendo desesperada no caixão

O caso chocou o país e foi manchete nos principais jornais europeus


Um mulher de 49 anos, que sofria com um câncer e tinha sido declarada morta numa clínica, foi enterrada viva no cemitério de Peraia, perto de Salônica, noroeste da Grécia.

O caso chocou o país e foi manchete nos principais jornais europeus. Funcionários do cemitério e visitantes disseram ter ouvido "gritos desesperados" de dentro um caixão, um hora depois de a mulher ter sido enterrada. "Parecia que alguém vivo tentava ser ouvido e esmurrava o caixão em busca de socorro", disse um dos visitantes a uma emissora de TV grega.

"A mulher gritava muito, era um barulho desesperador", afirmou outro. Moradores acionaram a polícia e o resgaste. A cova foi então aberta. Mas o socorro veio tarde demais: a mulher já estava morta. A causa, segundo a polícia local, foi "sufocamento".

O corpo da mulher será submetido a um novo exame. Familiares disseram à polícia que vão processar a clínica. Médicos ouvidos disseram que o coração dela não estava mais batendo e por isso a declararam morta.

Fonte: R7