Mulher é esquartejada após se recusar a fazer sexo com o marido

Mulher é esquartejada após se recusar a fazer sexo com o marido

O crime foi cometido na frente dos filhos da vítima, em Esmeraldas, na Grande Belo Horizonte

Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de esquartejar a mulher em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi cometido porque a vítima se recusou a fazer sexo com o marido.

Rafael Oliveira Ferreira assassinou a mulher, Kênia de Oliveira, de 32 anos, na frente dos filhos no dia 18 deste mês. Ele foi preso pela Polícia Civil enquanto tentava fugir.

A vítima estava casada com o rapaz havia seis meses. Ela foi mutilada com golpes de facão, tendo a orelha decepada, braços e pernas quebrados, além de sofrer vários cortes profundos no corpo. As agressões ocorreram após Kênia se negar a manter relações sexuais com o marido.

A mulher chegou a ser socorrida e foi encaminhada ao Hospital 25 de Maio, em Esmeraldas, ainda com vida. Porém, diante da gravidade dos ferimentos, foi transferida para o Hospital Regional de Betim, onde acabou falecendo.

Logo após cometer o crime, Ferreira fugiu de Esmeraldas com destino a cidade de São Francisco. No trajeto, o suspeito foi capturado pelos policiais, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça. Atualmente, o suspeito encontra-se detido no Ceresp (Centro de Remanejamento do Sistema Prisional) Gameleira.

O delegado Flávio Rabello Teymeny, responsável pelo caso, aguarda o laudo de necropsia e alguns detalhes para conclusão do inquérito. O suspeito deverá ser indiciado por homicídio duplamente qualificado, cuja pena é de reclusão de 12 a 30 anos.

Fonte: r7