Mulher esfaqueada 100 vezes por ex-namorado recebe “novo rosto” doado por médicos

Mulher esfaqueada 100 vezes por ex-namorado recebe “novo rosto” doado por médicos

Ilianexy Morales foi quase decapitada, em 2005, pelo companheiro; um homem considerado obsessivo e ciumento

Ilianexy Morales quase foi decapitada, em 2005, por um ex-namorado. No ataque, ela foi brutalmente esfaqueada 100 vezes, mas agora, ela diz que não se lembra da violência que sofreu quando se olha no espelho.

Os médicos da ?Face to Face?, um setor da Academia Americana de Cirurgia Facial, Plástica e Reconstrutiva, que realiza trabalhos filantrópicos, doaram a cirurgia que recuperou Ilianexy.

? Esta foi realmente uma mudança na minha vida.

Ilianexy tinha cerca de 20 anos quando conheceu o homem que se tornaria seu agressor, um homem de 38 anos. O casal logo começou um relacionamento sério e ele se ofereceu para sustentar a família.

Ele a encorajou a desistir de trabalhar como enfermeira para que Ilianexy pudesse cuidar, em tempo integral, da filha e da mãe dela, que estava doente sem sair da cama.

Com o tempo, ele se tornou mais obsessivo e ciumento, se recusando a deixá-la sair de casa e ameaçando que a mataria se ela tentasse escapar.

Em julho de 2005, ele pediu que ela o visitasse para conversar. Quando Ilianexy chegou, o ex-namorado puxou uma faca de dentro da meia e começou a esfaqueá-la dezenas de vezes.

? Ele começou a me atacar sem sequer me dar tempo para reagir.

Depois que Ilianexy perdeu a consciência, ele a esfaqueou no ombro, rosto, pescoço, estômago e quase cortou seus braços. Um vizinho ouviu os gritos da americana e chamou a polícia.

? Eu estava em choque completo. Eu não podia sair e não podia fazer nada. Ele foi tão rápido.


Mulher esfaqueada 100 vezes por ex-namorado recebe ?novo rosto? doado por médicos

A poícia então prendeu o ex-namorado, que agora está cumprindo uma pena de 15 anos de prisão.

Ilianexy foi levada ao hospital com uma parada cardíaca, e os médicos não esperavam que ela sobrevivesse. Mas depois de um mês em coma e sete cirurgias iniciais, ela recuperou a saúde, mas as cicatrizes ainda permaneciam em seu rosto.

? Meu principal problema foi me ver no espelho. Quando eu vi todas as cicatrizes, eu senti como se estivesse olhando para outra pessoa.

O cirurgião plástico Andrew Jacono, de Nova York, foi o médico que doou suas habilidades para executar uma delicada cirurgia, que durou de sete horas, no rosto e pescoço de Ilianexy.

Jacono decidiu participar do programa, depois de completar uma cirurgia de nariz em uma jovem, que disse a ele que ela tinha sido em um acidente de carro. Mas três meses depois, ela o procurou novamente dizendo que seu marido a agredia.

? Ela estava chorando histericamente, o nariz estava torto novamente.

Ilianexy diz que, graças ao cirurgião a sua vida mudou imensamente. Além da cirurgia, ela também recebeu novos dentes da dentista Laura Torrado.

Hoje, Ilianexy está agora em um relacionamento estável e trabalha como maquiadora profissional.

? Finalmente, por causa da cirurgia, eu sou capaz de apreciar a companhia das pessoas e a vida de novo.

Fonte: G1