Mulher faz falso alerta de bomba para evitar viagem de marido

Aeroporto de Genebra teve segurança reforçada e houve caos aéreo

Uma mulher que quis evitar que seu marido entrasse a bordo de um avião em Genebra admitiu ter feito uma falsa ameaça de bomba, disseram promotores nesta quarta-feira (27), horas após a segurança ter sido reforçada e causado um caos aéreo ao redor do aeroporto na fronteira entre França e Suíça.

“Na noite de ontem, uma mulher ligou para a alfândega suíça no aeroporto de Genebra. Ela disse que hoje uma pessoa carregando uma bomba estaria no setor francês do aeroporto”, informou o gabinete da promotoria de Genebra, em comunicado.

Autoridades suíças rastrearam o número até Annecy, na França, a cerca de 45 quilômetros de Genebra, onde a polícia fez buscas em um endereço.

“Eles descobriram uma mulher que admitiu ter feito a ligação e explicou que queria evitar que seu marido fosse embora”, disse o comunicado.

Foi aberto um caso criminal contra a mulher tanto na França quanto na Suíça, disse a promotoria.

O episódio fez com que polícias francesa e suíça aumentassem significativamente a segurança no aeroporto internacional de Cointrin, em Genebra, que fica bem na fronteira.

Policiais armados com metralhadoras patrulhavam o aeroporto, e veículos foram estacionados em rodovias de acesso para que a polícia pudesse averiguar documentos das pessoas, o que causou engarrafamento.


Polícia suíça faz buscas em carros na entrada do aeroporto de Genebra (Crédito: Reuters)
Polícia suíça faz buscas em carros na entrada do aeroporto de Genebra (Crédito: Reuters)


Fonte: Com informações do G1