Mulher faz tratamento para rejuvenescer a vagina e melhorar sexo

Ela decidiu fazer o procedimento e adorou o resultado.

Como muitas mulheres, a cabeleireira e modelo britânica Susie Joshua, 30, sentiu algumas mudanças no seu corpo após a gravidez. Ela faz questão de destacar que ama seu filho, hoje com nove anos, e que não se arrepende de ter dado à luz, mas diz que sua autoestima foi muito afetada após o parto. Mesmo tendo feito uma cesariana, Susie ficou insatisfeita com a aparência da sua vagina.  "Não era algo que me impedia de fazer sexo, mas eu sempre tinha que apagar a luz e não me sentia confortável", disse ao “Daily Mail”.

Para resolver o problema, ela recorreu a um tratamento não cirúrgico, feito com laser. De acordo com a cabeleireira, o "Intimalift", como é chamado, deixou sua vagina mais preenchida e macia. Susie afirma que o sexo também melhorou. O procedimento funciona da seguinte forma: um laser é aplicado e ele aquece as fibras de colágeno na pele, fazendo com que contraia e fique mais firme. A técnica também estimula a produção de colágeno com o objetivo de deixar a pele mais preenchida. O procedimento foi criado para melhorar a aparência da vagina, além de dar um efeito mais “apertado”.

Apesar de amar ser mãe, ela descreve os efeitos da gravidez como algo que destrói a autoestima e, como foi o caso dela, pode prejudicar a vida sexual. "A gestação afeta os seios e a vagina, e estas são áreas íntimas, talvez as mais eróticas e atraentes para os homens. Se você acha que não estão do jeito que gostaria é meio que uma grande coisa", afirma.

Por isso, não se arrepende de ter feito o tratamento. Ela explica que o procedimento é como uma consulta ao ginecologista. Você fica na mesma posição – com os pés para cima e as pernas abertas. O passo seguinte é aplicar o laser, em movimentos circulares durante seis minutos em nos lábios internos e externos. Durante a aplicação o local pode aquecer um pouco e para esfriar usa-se um lubrificante. Segundo Susie, a sensação é bem mais suave do que a de uma depilação. “Até que sou resistente, mas não senti nenhuma dor. Quis evitar usar calça para ir à clínica no dia, com medo de ficar dolorida, mas não senti nada.” A cabeleira afirma que ficou muito satisfeita com o resultado.

”Meu marido disse que parece uma vagina nova e ficou mais animado quando a gente transou. Ele estar feliz é bom e agora não me sinto insegura quando ele olha. Mas não fiz isso por ninguém além de mim mesma.” Susie diz que muita gente julga sua decisão, mas prefere não se preocupar com isso. “Não é uma questão de vaidade. É sobre me sentir bem comigo mesma. Não quero competir com uma mulher de 21 anos, só quero ser feliz na minha pele e envelhecer bem."


Susie Joshua com marido (Crédito: Divulgação)
Susie Joshua com marido (Crédito: Divulgação)
Susie Joshua  (Crédito: Divulgação)
Susie Joshua (Crédito: Divulgação)
Fonte: Com informações do Globo.com