Mulher troca a própria filha de apenas 11 anos por freezer e outros itens domésticos na Argentina

Mulher troca a própria filha de apenas 11 anos por freezer e outros itens domésticos na Argentina

A menina de 11 anos sofreu abuso sexual e foi obrigada a trabalhar em uma fábrica de panelas

Uma argentina trocou sua filha de 11 anos por um freezer e vários outros itens domésticos. Pabla Cesarina Monzon Aldana, de 30 anos, teria feito a negociação com um vizinho, de acordo com a polícia.

Após ser trocada pela mãe, a menina foi forçada a trabalhar, junto com outras crianças, em uma fábrica ilegal de panelas de alumínio, na qual era submetia a abusos sexuais pelo dono do estabelecimento.

As acusações vieram à tona após policiais invadirem a oficina clandestina, que ficava no bairro de Bernal, em Buenos Aires.

Oficiais disseram que encontraram outros cinco jovens, com idades entre 14 e 17 anos, sendo forçados a trabalhar no local. Segundo o jornal americano New York Daily News, todos os jovens encontrados foram libertados e alguns estão custódia da Justiça.

A imprensa argentina divulgou que a menina passou algum tempo vivendo com parentes no Paraguai, mas foi levada de volta à Argentina pela mãe, em outubro do ano passado, para que ela pudesse trabalhar e ajudasse a mãe a ganhar dinheiro.

Um casal, que administrava a fábrica, foi preso e será acusado de exploração do trabalho e trabalho infantil. A mãe da menina também foi detida, mas o homem com quem ela fez a troca ainda está foragido.

Fonte: r7