Naufrágio mata vários imigrantes que estavão ilegais na costa da Itália

Naufrágio mata vários imigrantes que estavão ilegais na costa da Itália

Maioria dos 120 que estavam a bordo conseguiram escapar vivos. Procedência dos imigrantes não era conhecida.

O naufrágio de uma embarcação de imigrantes ilegais que tentava chegar à costa da ilha italiana da Sicília causou a morte de pelo menos 6 passageiros. A maioria das 120 pessoas a bordo do navio pesqueiro conseguiu sobreviver.

Os corpos das seis vítimas foram levados à cidade de Catânia. O restante dos imigrantes ilegais, cuja procedência ainda não foi informada, conseguiu chegar à costa.

Agentes da Guarda Litorânea e da polícia tentam reconstruir os fatos que causaram à morte dos seis imigrantes e ouvem os relatos dos sobreviventes, que também já estão recebendo assistência.

Uma primeira suposição indica que o navio pesqueiro no qual viajavam os imigrantes ilegais encalhou a cerca de 15 metros da praia de Catânia e, por isso, os tripulantes decidiram seguir a nado para fugir, embora seis deles tenham se afogado.

O incidente ocorre depois que, há dois dias, 103 tripulantes de uma embarcação vinda da África conseguiram chegar com vida à ilha italiana de Lampedusa. Duas pessoas morreram na travessia, uma delas uma criança de sete anos.

A Itália - as ilhas da Sicília e a pequena Lampedusa, em específico - registrou um considerável aumento no fluxo de imigrantes ilegais em direção a suas costas, a maioria procedente do norte da África.

Fonte: G1