Negócio fracassa e chinês mata toda a família do sócio a facadas

Negócio fracassa e chinês mata toda a família do sócio a facadas

Casal foi esfaqueado na cozinha; homem levou 23 golpes pelo corpo

Um empresário chinês foi considerado culpado de homicídio após assassinar quatro membros de uma família em 2011. O motivo do crime seria uma vingança pelo colapso de um acordo comercial entre o acusado e um professor universitário.

Anxiang Du, de 54 anos, foi condenado pelo assassinato de Jifeng "Jeff" Ding, sua mulher, Ge "Helen" Chui, e suas duas filhas, de 18 e 12 anos. O crime aconteceu em Wootton, Northamptonshire, no Reino Unido.

Após passar 14 meses foragido no Marrocos, Du será sentenciado na quinta-feira (28). O acusado foi preso em julho de 2012 e foi levado ao tribunal em fevereiro deste ano.

De acordo com o tabloide britânico Daily Mail, o júri ouviu como Du matou a família após perder uma batalha judicial que durou dez anos, sobre negócios que envolviam um remédio herbal chinês.

Vítima e acusado eram parceiros, mas a amizade ficou abalada e acabou afetando os negócios. As disputas internas da empresa foram parar na Justiça e geraram uma dívida de aproximadamente R$ 331 mil (cerca de 88 mil libras) para Du.

Após receber uma liminar em casa, o acusado decidiu assassinar a família do sócio. No dia seguinte, pegou uma faca e deixou um bilhete de despedida para sua mulher.

Munido com dinheiro e seu passaporte, ele viajou à casa de Ding, onde esfaqueou o homem e a mulher na cozinha.

Ainda com as mãos sujas de sangue, assassinou as filhas do casal, que estavam em um quarto. O pai de família levou 23 facadas, sua mulher outras 13. As meninas levaram 11 e quatro facadas cada uma.

Du ainda dormiu na casa da família assassinada antes de fugir no dia seguinte levando o carro das vítimas, quando viajou para a Espanha e, de lá, para o Marrocos.

Fonte: r7