Nenhuma bomba é encontrada; FBI descarta ataque terrorista

Nenhuma bomba é encontrada; FBI descarta ataque terrorista

Os investigadores não encontraram explosivos em dois pacotes suspeitos em avião

Os investigadores não encontraram explosivos em dois pacotes suspeitos interceptados em aviões de carga em trânsito para os Estados Unidos e o FBI descartou a iminência de um ataque, indicou um porta-voz do FBI nesta sexta-feira.

"Não ocorreram ameaças feitas ou recebidas indicando que alguém ou algum lugar de Chicago estivesse em risco", disse o porta-voz do escritório local do FBI, Ross Rice. "Os dois pacotes suspeitos não continham explosivos", acrescentou.

Aeroportos dos Estados Unidos ficaram em alerta nesta sexta-feira, depois que o presidente Obama foi informado sobre uma tentativa de ataque terrorista ligado a um pacote suspeito descoberto em um avião que ia do Iêmen para Chicago quando ele parou em Londres, na noite de quinta-feira. A informação foi dada por uma fonte policial à CNN.

Uma fonte do governo norte-americano informou que a Al-Qaeda na península árabe estava no "topo da lista" de suspeitos pelos pacotes suspeitos, se fosse confirmada a ligação com terrorismo. Segundo a fonte, o governo dos EUA tinha conhecimento de pacotes suspeitos em aeronaves em Dubai e no Reino Unido.

O FBI chegou a informar que os dois pacotes suspeitos dirigiam-se a instituições religiosas de Chicago. Uma porta-voz da Federação Judaica havia anunciado que as sinagogas de Chicago, capital do Estado do Illinois, haviam sido postas em alerta.

O pacote suspeito acionou as autoridades americanas, que realizaram buscas exaustivas em vários aviões da empresa de transporte em dois aeroportos da costa leste dos EUA, na Filadélfia (Pensilvânia), e em Newark (Nova Jersey).

Além disso, a polícia de Nova York inspecionou um caminhão da UPS encontrado em um dos bairros da cidade, devido à suspeita de que pudesse conter explosivos.

A rede de televisão explicou que as agências de inteligência americanas haviam recebido a informação de que um voo de carga procedente do Iêmen poderia estar levando explosivos. Segundo a CNN, o embrulho achado em Londres era um cartucho de tinta de impressora que havia sido manipulado. Do pacote, saíam cabos conectados a um circuito eletrônico simples, e o ponto de entrega era uma sinagoga em Chicago.

Entre os aviões inspecionados pelo FBI (Polícia Federal americana), encontrava-se um procedente de Paris, que foi rebocado para uma pista afastada do terminal do aeroporto da Filadélfia.

A Administração de Segurança no Transporte (TSA, na sigla em inglês) havia indicado que "um pacote potencialmente suspeito" a bordo de outro avião da UPS, que aterrissou esta manhã no Aeroporto Liberty International, de Newark (Nova Jersey), procedente de Londres, também estava sendo inspecionado. Os dois aeroportos afetados operam normalmente.

Fonte: Terra, www.terra.com.br