Neonazista é indiciada por elo com 9 homicídios racistas

Beate Zschaepe também se envolveu em 15 roubos e outro homicídio.


Neonazista é indiciada por elo com 9 homicídios racistas na Alemanha

Uma neonazista alemã foi indiciada por participar em dez homicídios, nove dos quais de caráter racista, e quinze roubos a mão armada, informou nesta quinta-feira o promotor-geral federal Harald Range.

Beate Zschaepe, de 37 anos, muito ativa nos meios neonazistas, foi detida em novembro de 2011 em função de um caso que causou comoção na Alemanha e reativou o debate sobre uma eventual proibição do partido de extrema-direita NPD.

A mulher era um dos membros do grupo neonazista "Clandestinidade Nacional Socialista" (NSU) suspeito de ter matado nove imigrantes turcos e gregos e um policial entre 2000 e 2007.

Outras quatro pessoas foram indiciadas, entre as quais um ex-dirigente do partido de extrema-direita NPD, Ralf Wohlleben, acrescentou o promotor.

Fonte: G1