Nos EUA, criança de 7 anos é detida e interrogada por roubo de US$ 5

Família pede US$ 250 milhões em processo.

Um menino de 7 anos foi detido pela polícia e interrogado durante pelo menos cinco horas após uma briga em uma escola do bairro nova-iorquino do Bronx por supostamente ter roubado US$ 5 de outra criança.

Segundo o jornal "The New York Post", os fatos ocorreram no último dia 4 de dezembro, mas só vieram à tona agora, depois que a família da criança apresentou um processo de US$ 250 milhões contra a cidade e a Polícia de Nova York.

O menino hispânico Wilson Reyes foi detido após discutir com outra criança no pátio do colégio, que o acusou de ter lhe roubado US$ 5 que haviam caído no chão.

A família relatou que quando os agentes chegaram à escola, algemaram o menino, o detiveram em um quarto durante quatro horas e o levaram à delegacia, onde o interrogaram por outras seis horas.

No entanto, fontes policiais citadas por este jornal asseguraram que Wilson foi tratado como qualquer outro jovem suspeito e não foi interrogado durante dez horas, mas permaneceu na delegacia menos de cinco horas.

Segundo os documentos apresentados pela família no processo, a reação policial foi "exagerada" porque trataram o menor como um "assassino".

"Foi algemado, abusado física e emocionalmente, intimidado, humilhado, envergonhado e difamado", declararam.

A mãe de Wilson contou que quando sua irmã e ela foram à delegacia buscar o menino, em um primeiro momento não lhes deixaram vê-lo e quando o puderam ver, a criança estava "assustada, sentada em uma cadeira em mal estado e com o pulso esquerdo algemado à parede".

Além disso, relatou que a criança estava chorando e muito assustada e, por isso, tiraram uma foto da cena como prova do suposto abuso.

A polícia não interpôs nenhuma acusação contra o menino e, segundo assinalou a família de Wilson, outro colega de colégio confessou posteriormente ter roubado os US$ 5.

Fonte: UOL