Nova Zelândia declara estado de emergência

Forte tremor de 7,2 graus atingiu o sul do país.

As autoridades da Nova Zelândia declararam estado de emergência neste sábado (4) no sul do país após o terremoto de magnitude 7,2, que deixou 20 feridos e grandes danos em edifícios.

O tremor ocorreu durante a madrugada, a 28,4 km de profundidade no mar, 31 km ao noroeste da cidade de Christchurch, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que vigia a atividade sísmica mundial.

Duas pessoas estão gravemente feridas, e vários edifícios foram destruídos pelo tremor, que também deixou sem eletricidade e água várias zonas de Christchurch, a segunda maior cidade do país, onde vivem cerca de 380 mil pessoas, segundo a "Radio Nova Zelândia".



Segundo um porta-voz dos Serviços de Emergência, cerca de 20 pessoas foram atendidas em diferentes hospitais por feridas leves e contusões causadas pela queda de destroços de prédios.

Após o primeiro tremor aconteceram várias réplicas. As autoridades ordenaram o esvaziamento do aeroporto de Christchurch e a rede de telefonia celular ficou saturada, por conta da quantidade de ligações efetuadas pela população.

A polícia local informou que várias chaminés caíram dos telhados, e que tetos e paredes de alguns edifícios de bairros da periferia de Christchurch caíram ou racharam.

A Nova Zelândia sofre cerca de 14 mil terremotos por ano, mas a grande maioria é de pequena intensidade. Anualmente, entre 100 e 150 têm força suficiente para serem percebidos.

Fonte: g1, www.g1.com.br