Nove mortos em ação de atirador nos EUA

Nove mortos em ação de atirador nos EUA

Polícia do estado confirmou morte e 8 vítimas e do próprio atirador

Um atirador provocou um massacre nesta terça-feira (3) em um depósito de cerveja em Connecticut, no nordeste dos Estados Unidos. A polícia local confirmou que o tiroteio deixou nove mortos, incluindo o homem que realizou os disparos, que se matou.

Um representante oficial do estado de Connecticut, nos Estados Unidos, havia confirmado mais cedo o número de vítimas do incidente na cidade de Manchester de forma anônima para a agência de notícias Associated Press.

O massacre foi provocado por um funcionário descontente com a empresa de distribuição de cerveja. O atirador, segundo a imprensa local, havia sido convocado pela gerência devido a uma questão disciplinar. Ele foi encontrado morto 40 minutos depois do ataque.

Os policiais foram chamados a Hartford Distributors, em Manchester, Connecticut, pouco depois das 11h30 GMT (08h30 de Brasília), no momento da mudança de turno, quando havia em torno de 40 pessoas no local.

"Nove pessoas, incluindo o suspeito, morreram durante o ataque", afirmou a polícia de Manchester em um comunicado. "Neste momento, estamos no processo de identificação das vítimas e notificando as famílias", completou.

Dois feridos foram levados a um hospital local e "espera-se que sobrevivam", informou a polícia em comunicado.

Segundo a polícia, o suspeito, identificado como Omar Thomas, se matou quando a polícia chegou ao local. O jornal "Hartford Courant" indicou que cerca de 40 pessoas se encontravam trabalhando na hora do ataque aos escritórios da Hartford Distributors, em Manchester.

O tiroteio, segundo o site do diário "The Hartford Courant" ocorreu por volta das 8h30 (horário de Brasília), no momento em que começava o turno de trabalho, indicou um de seus diretores, Brett Hollander.

Ambulâncias e um helicóptero médico se deslocaram ao local para resgatar as vítimas.

Fonte: g1, www.g1.com.br