Após derrota, Barack Obama quer cooperação com republicanos

Após derrota, Barack Obama quer cooperação com republicanos

Democratas perderam controle da Câmara, mas mantiveram o Senado.

O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que deseja encontrar pontos em comum com os republicanos, que conseguiram vitórias importantes no Congresso nas eleições legislativas, para que os Estados Unidos possam avançar, informou a Casa Branca.

Obama ligou para o líder republicano John Boehner, que deve ser o próximo presidente da Câmara de Representantes, para afirmar que "espera trabalhar com ele e com os republicanos para encontrar pontos em comum, fazer o país avançar e alcançar conquistas para os americanos", disse um comunicado da presidência.

Em uma eleição marcada pelo descontentamento dos eleitores com a situação econômica, a oposição republicana obteve maioria na Câmara de Representantes, mas não conseguiu o mesmo no Senado, apesar de saírem fortalecidos, segundo as projeções eleitorais. A apuração continuava.

Obama também ligou para o líder da bancada republicana no Senado, Mitch McConnell, e para a atual presidente da Câmara de Representantes, a democrata Nancy Pelosi, que estava no cargo havia quatro anos e que deve perder o posto para Boehner.

A assessoria de Boehner descreveu a ligação do presidente como "curta mas agradável".

"Eles discutiram como trabalhar juntos para tratar as prioridades dos americanos, que na opinião de Boehner são criar empregos e cortar os gastos governamentais", afirma um comunicado divulgado pelo gabinete do líder republicano.

Em entrevista em Washington, o republicano de Ohio disse que os eleitores mostraram que Obama precisa mudar o rumo do governo.

O novo panorama do Congresso deve dificultar para Obama a aprovação de mudanças nas políticas tributária, de energia e na imigração.

Fonte: g1, www.g1.com.br