Outro prefeito é encontrado morto no México

O ataque é o terceiro contra um prefeito mexicano nos últimos cinco dias.

Um prefeito do Estado de Michoacán, no oeste do México, foi encontrado morto na segunda-feira, seguindo uma onda de ataques contra essas autoridades em outras regiões assediadas pelos cartéis da droga.

O corpo do prefeito de Tancítaro, Gustavo Sánchez, e o de seu secretário foram encontrados no município de Angangua, longe da localidade que governava, com sinais de ter sido morto a pedradas, disse uma fonte da procuradoria do Estado de Michoacán.

O ataque é o terceiro contra um prefeito mexicano nos últimos cinco dias.

Uma das vítimas é Ricardo Solís, que recentemente ganhou a eleição para a prefeitura de Gran Morelos, no Estado de Chihuahua, no norte do país, e recebeu quatro tiros na cabeça e um no tórax na sexta-feira. Ele segue hospitalizado.

O crime aconteceu menos de 24 horas depois que o prefeito de Doctor González, no Estado de Nuevo León, foi assassinado por pistoleiros.

Na segunda-feira, também no Estado de Michoacán, quatro pistoleiros e um marinheiro morreram em um prolongado enfrentamento, segundo notícias da mídia local.

Em Michoacán operam o cartel Milenio e La Familia Michoacana, este último uma divisão do poderoso cartel do Golfo e considerado um dos mais violentos.

O presidente Felipe Calderón lançou em dezembro de 2006, no início de seu mandato, uma campanha militar contra os cartéis da droga, contudo a violência provocada nessa região continua crescendo.

Quase 30.000 pessoas morreram pela violência do narcotráfico desde que Calderón assumiu a Presidência.

Fonte: MSN, www.msn.com.br