Pai com dificuldade financeira quer vender rim para salvar a vida dos três filhos obesos

A comida que as crianças comem em uma semana seria suficiente para alimentar duas famílias do mesmo tamanho em um mês

Um indiano com dificuldades financeiras afirmou que planeja vender o próprio rim para financiar o tratamento de saúde de três filhos com obesidade mórbida. As três crianças, de 5 anos, 3 anos e um ano e meio, estão entre as mais pesadas do mundo, segundo informações publicadas pelo Daily Mail.

As irmãs Yogita (5 anos) e Harsh (18 meses) pesam, respectivamente, 34 quilos e 15 quilos. Já Anisha (3 anos) pesa 48 quilos. A comida que as crianças comem em uma semana seria suficiente para alimentar duas famílias do mesmo tamanho em um mês, afirma a publicação.

Para melhorar a saúde dos filhos, Rameshbhai Nandwana, 34 anos, quer vender o rim e conseguir o dinheiro necessário para leva-los em um especialista. “Se meus filhos continuarem crescendo nesse ritmo vão ter grandes problemas de saúde. Eles vão morrer”, afirmou à publicação.

Juntas, as crianças comem três tigelas de arroz, duas de caldo, seis pacotes de batatas fritas, cinco pacotes de biscoito, 12 bananas e um litro de leite por dia. O pai afirmou que a fome das crianças fazem a mãe passar a maior parte do dia cozinhando. “A fome deles nunca para. Eles exigem comida o tempo inteiro, choram, gritam. Estou sempre na cozinha fazendo comida para eles”, disse a mãe. Devido à obesidade, as crianças não podem nem andar por conta própria.

A mãe das crianças afirmou que não tem força para carrega-las e, quando o pai está no trabalho, os pequenos rolam para se locomover. Médicos locais acreditam que as crianças sofrem de síndrome de Prader-Willi, mas não sabem qual o tratamento correto. O casal tem uma filha mais velha, de seis anos, que não é obesa e pesa 16 quilos – o que deixa a família intrigada sobre o problema de saúde dos outros filhos. A família tem renda de apenas R$ 158 por mês. Rameshbhai Nandwana afirmou à reportagem que o dinheiro é suficiente apenas para suprir o grande apetite dos filhos. O homem trabalha no campo, cavando poços.



Fonte: Terra