Pai de três crianças desaparecidas pesquisou no Google: "como quebrar um pescoço"

Pai de três crianças desaparecidas pesquisou no Google: "como quebrar um pescoço"

Ele foi acusado nesta quinta-feira (28) a três acusações de cárcere privado.

John Skelton, pai de três crianças desaparecidas desde novembro passado, usou o site de pesquisa Google para saber como se quebrava um pescoço. Ele foi acusado nesta quinta-feira (28) a três acusações de cárcere privado.



Seu filhos, Andrew, 9, Alexander, 7 e Tanner Skelton, 5, desapareceram no final de semana de Ação de Graças em 2010. No tribunal, a juíza Margaret Noe declarou que ao ler os relatórios de investigação do FBI e da polícia estadual descobriu que Skelton pesquisou na internet informações de como quebrar um pescoço cerca de uma semana antes das crianças desaparecerem.

Ela ainda acrescentou que Skelton supostamente disse aos investigadores: "as crianças vão hibernar até se formarem". O pai assumiu às autoridades que envolveu cada um menino em um cobertor, deu um bicho de pelúcia para cada um, os colocou em sua van e os levou embora.

Skelton foi detido em um hospital de Ohio, onde está recebendo tratamento para uma suposta tentativa de suicídio. A família dos meninos reagiu com compreensão, mas ficou decepcionada depois de ouvir sobre o acordo judicial.

Kathye Herrera, porta-voz da família, disse: "a família apoia todas as decisões tomadas pela aplicação da lei. Há um sentimento de desânimo por John não receber a pena que merece... Isso não terminará até que os meninos voltem para casa".

John Skelton e sua esposa estavam separados na época e agora estão divorciados. Em troca de se declarar culpado, os promotores retirariam a acusação de sequestro, mas ainda pode enfrentar outras acusações mais tarde. "Eles ainda podem acusá-lo de homicídio", diz o advogado de defesa, John Glaser.

O pai pode pegar até 15 anos de prisão quando for sentenciado no dia 15 de setembro.

Fonte: www.techtudo.com.br