Pai tenta matar filha por ser 13º neta e considerar número de azar

Ele lia muito a respeito do tema na internet.

Um paiesquizofrênico que tentou matar sua filha de cinco anos de idade esfaqueada porque ela era a 13ª neta da família, tirou a própria vida na sequência do crime, o fez porque acreditava que, assim, salvaria o mundo.

Stephen Coops, de 40 anos, já havia batido seu carro quando estava na companhia da esposa, Jacqueline, da mesma idade, de Fowey, Reino Unido, em 2011. Na ocasião ele acreditava que um “homem sinistro” os estava esperando em sua casa.

Ele era obcecado por teorias da conspiração, lia muito a respeito do tema na internet, particularmente sobre o “11 de Setembro”, e acreditava ser Deus.

O homem estava convicto de que precisava acabar com a vida de sua filha, Celeste, porque ela era a 13ª neta na família, número do azar em sua concepção, e em seguida iria se matar para poder “salvar o mundo”.

Depois de esfaquear a criança, ele se esfaqueou e morreu. Em seguida sua mulher pegou a menina, coberta por sangue, e ficou com ela até que os serviços de emergência chegassem para socorrerem-na.


Pai e filha (Crédito: Divulgação )
Pai e filha (Crédito: Divulgação )
Fonte: Com informações do Gadoo