Papa aceita demissão de arcebispo suspeito de encobrir pedofilia

Papa aceita demissão de arcebispo suspeito de encobrir pedofilia

Em março passado, o cardeal suspendeu 21 padres suspeitos de atos de pedofilia

O Papa Bento XVI aceitou nesta terça-feira a demissão, por razões de idade, do arcebispo da Filadélfia (Estados Unidos), o cardeal Justin Rigali, suspeito de ter encoberto no passado os padres pedófilos de sua diocese.

Monsenhor Rigali, 76 anos, apresentou sua demissão há um ano devido à idade, e o Papa acaba de aceitá-la, indica um comunicado do Vaticano que omite o escândalo de pedofilia em que o religioso está envolvido.

Nos últimos meses, uma investigação revelo que a diocese da Filadélfia não conseguiu esclarecer os casos de abusos sexuais nos quais estavam envolvidos vários padres, e assinalou a responsabilidade do cardeal Rigali, segundo o site de informações sobre o Vaticano, Imédia.

No entanto, em março passado, o cardeal suspendeu 21 padres suspeitos de atos de pedofilia.

Fonte: Terra, www.terra.com.br