Papa se encontrou com tabeliã que rejeitou fazer casamento gay

Vaticano não confirmou nem negou o relato

O Papa Francisco se encontrou secretamente com uma tabeliã do Estado norte-americano do Kentucky que foi presa por se recusar a emitir licenças matrimoniais para casais gays, e disse palavras de força e que a mulher tenha mais compaixão, afirmou o advogado da mulher.

Ele disse que o papa encontrou a tabeliã do condado de Rowan Kim Davis e seu marido na embaixada do Vaticano em Washington, durante sua visita aos Estados Unidos.

O porta-voz chefe do Vaticano, disse que não iria confirmar ou negar o relato e que não havia mais comentários.

O advogado, cuja cliente foi presa por cinco dias em setembro por se recusar a acatar uma ordem judicial para emitir licenças para casamentos de pessoas do mesmo sexo de acordo com a ordem da Suprema Corte, disse que sua equipe não quis revelar o encontro até o momento para evitar interferências com a mensagem do papa durante sua visita.

Image title

Image title

Fonte: Com informações do G1